segunda-feira, 5 de maio de 2014

O início

                "A Sibila está acima da razão do entendimento comum. Aqui proponho essa objeção não só para cartomantes, mas a todas as pessoas de bem que têm a esperança de conhecer o futuro: das duas uma, ou a série de eventos futuros está irrevogavelmente fixada pelo destino, ou podemos alterar a ordem e natureza dos fatos, de acordo com nossos atos. No primeiro caso, o destino é uma verdadeira fatalidade contra a qual falham a prudência e o gênio dos homens; no segundo caso, o destino só é condicional, porque nossa conduta pode modificá-lo ou transformá-lo completamente."  
                   M. A. Le Normand



               Não sabia por onde começar, então fui logo para o início. Não o meu, mas aqueles que volta e meia ouço pessoas contando. Por que caminhos você chegou até essas cartas? E agora? A incrível perfeição do Universo sempre nos leva até onde precisamos ir, na hora certa, do jeito certo! E algumas vezes é ainda mais incrível, pois ao pisar naquele terreno que parecia tão certo, tão seguro, o desafio se apresenta. E em alguns casos você precisa ´simplesmente` desconstruir para construir de outro jeito. E é assim mesmo.
               O meu "início" com as cartas foi como de muitas outras pessoas, um caminho de dúvidas, pontos de interrogação, surpresas... e por incrível que pareça, 27 anos depois, continua exatamente assim. Ok, tenho menos pontos de interrogação, talvez, mas muitos, muitos pontos de exclamação. Continuo me surpreendendo todos os dias com a precisão das cartas, e com tudo que elas podem revelar, da maneira mais simples, como uma criança contando um acontecimento. Não há um juiz pronto pra inocentar ou condenar, não há um apito avisando que o seu limite de palavras é este. As cartas simplesmente revelam. E estar diante delas, ler as revelações, é um exercício de humildade, antes de tudo, pois é preciso humildade pra manter a imparcialidade diante de todo tipo de situações que se revelam na Mesa, diante de todo tipo de pessoas que se sentam à sua frente.
             A minha professora me falava muito isso, que era preciso estar despida de preconceitos, julgamentos, convenções, pudores e crenças quando diante de alguém, para ler sua sorte. Ela sempre me dizia: "você pode estar lendo sobre algo que vai mudar a vida da pessoa que está diante de você. Não a faça perder tempo com sua surpresa, indignação ou preconceito. Permita que aquela pessoa mergulhe em seu próprio destino com a mesma segurança que ela escolheu confiar a você seus maiores segredos".
            Hoje, ao pensar em um ponto de partida a alguém que quer trabalhar com as cartas, seja pra si mesmo ou para outras pessoas, a primeira coisa que me passa à cabeça é: Você vai iniciar uma grande viagem, uma jornada incrível, e da sua janela poderá contemplar tantas paisagens diferentes, das mais lindas às mais horrendas... prepare-se para manter-se confortável na sua cadeira, e permitir que a paisagem passe pela janela, sem que você interfira.
            Sim! pois você vai sentir vontade de interferir, algumas vezes. Vai querer consertar o que não pode, não deve ou não quer ser consertado. Você vai querer celebrar as descobertas felizes, e gritar ao mundo o amor que as cartas revelaram... vai querer rir das ´bobagens` que escuta, vai sentir vontade de chorar com algumas histórias... e o melhor que tem a fazer, é Ler. Ler as mensagens escritas nas suas cartas e traduzi-las aos seus clientes. Só isso. E é muito, muito...  acredite! Algumas vezes você não vai entender. Mesmo depois de anos... você não vai entender. Apenas reconheça. Muitas vezes você se surpreenderá, e será lindo!
            Preparar-se para embarcar nesta jornada é um exercício diário - tem que ser. Só a prática pode levá-lo ao fim da estrada. Só a prática garante a fluência, e é esta fluência, na linguagem que você escolheu, que vai ajudar a clarear as estradas de tantas outras pessoas.
            Ser cartomante é isso: você lê. Você segura a lâmpada que ilumina - você não é lâmpada, apenas a segura para alguém. Está acima do entendimento, do julgamento, dos conceitos e crenças que você leva na sua própria vida. Você é apenas o locutor da mensagem do seu consulente para ele mesmo - e algumas vezes, ele não vai gostar, não vai gostar nada de ouvir a mensagem. Em outras o brilho nos olhos dele vai iluminar todo o ambiente, e você terminará a consulta com uma alegria quase inexplicável. É assim mesmo.
         
            O início é simplesmente o pequeno vislumbre das grandes mudanças de todas as paisagens que verá, da sua janela, trarão para sua vida.

           E a palavra que define um bom cartomante? Comprometimento. Comprometa-se, antes de tudo, com você mesmo, com a sua jornada. Um passo de cada vez. Uma palavra por vez. E depois uma frase. E da frase uma sentença, da sentença uma história. Converse com as cartas: você só poderá ouvi-las se começar. E depois de ouvi-las, só poderá compreendê-las se praticar. E aqui, neste momento, estamos falando da sua Jornada Lenormand. Vamos juntos, falando "Lenormandês"!  Seja muito bem vindo! Vamos trocar, compartilhar, ensinar e aprender...  vamos praticar, conversar... e finalmente, vamos nos descobrir fluentes, falando Lenormandês, a linguagem do Destino!

Maccaari Fortune Teller 1890s


18 comentários:

  1. Vida longa e próspera ao blog e ao Esmeralda lenormand!!! Seguindo seu blog agora!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns! Que esse trabalho seja inspiração e guia para todos!

    Giancarlo

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Giancarlo! Que assim seja!

    ResponderExcluir
  4. Como você disse no final do texto, tem que haver um comprometimento. Isso você já tem além do amor pelo que faz. Parabéns e muito sucesso!
    Liz

    ResponderExcluir
  5. Muito bom. Precisamos de mais gente séria e comprometida para falar do Leonormand. Vida longa ao blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que assim seja, Marcelo! Tenho certeza que mais e mais pessoas comprometidas aprecerão, e vamos, todos juntos, engrandecendo o ofício ;)

      Excluir
  6. Com essa maravilha de postagem passei a lhe admirar mais. Parabéns pelo blog; estou com ele. Um buquet de beijos para você.
    Helena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Helena! Seja sempre bem vinda!! beijos!

      Excluir
  7. Fã e estudiosa de Lenormand como você,adoro seu estilo,me identifico com sua visão Lenormandêsa,rs.Beijos Karla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja sempre bem vinda, Juliana! beijos!

      Excluir
  8. Parabéns Karla! Um Blog é como um filho, uma cria que vamos alimentando com amor, experiencia e sensibilidade. Certamente este espaço retornará muitas alegrias para você!
    Te desejo muito sucesso e inspiração! Bjus

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Karla !!! Muito lindo o seu texto , aliás emocionante mesmo . Me vi em cada linha sua . Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Waléria! continue acompanhando ;) bjos

      Excluir
  10. Encantada com este mágico universo de informações e conhecimentos. Muito sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras! continue acompanhando! bjos

      Excluir